7 erros que um Corretor de Imóveis não pode cometer

Autor: Bruna Domingues

Hoje, com o mercado de trabalho crescendo cada vez mais, ser um profissional capacitado, dedicado e atualizado é essencial. Se não houver o intuito de sempre aprimorar suas habilidades, oportunidades serão perdidas.

Para ser um corretor de imóveis de sucesso e conseguir se colocar no mercado de forma positiva é preciso preparo e atenção em como agir ao longo do processo de negociação dos imóveis. Cometer um erro pode comprometer a situação e a venda pode não se concretizar. Além do que, se o erro for constante ou muito grave, pode prejudicar a imagem do corretor.

Com isso, veja 7 erros que um bom corretor não pode cometer:

1 – Não ter um bom relacionamento com as partes envolvidas

A venda de um imóvel não deve ter o foco simplesmente em realizar a venda objetiva e friamente, ou ter uma boa relação apenas com a parte que vende e esquece da pessoa que compra. Se você busca crescer e ser um profissional de confiança, procure tratar bem, com respeito e empatia, cada um de seus clientes. Assim, pode ser lembrado para vendas futuras e ainda indicado para os conhecidos do seu cliente. Pode ter certeza de que o profissional mais lembrado é aquele que entregou seu trabalho como prometido e ainda foi agradável pessoalmente. É muito mais vantajoso, para o cliente, lidar com uma pessoa receptiva.

2 – Não se preparar

O pior erro que um corretor pode cometer é não se preparar para fazer as vendas. O cliente, quando procura um corretor, quer ter suas dúvidas sanadas, esclarecer informações para impulsionar o desejo de compra e futuramente fechar negócio. Procure estudar sobre o imóvel, questões de venda da área. Manter-se atualizado sobre o mercado imobiliário também é importante.

3 – Não se comunicar bem

Um corretor lida diretamente com pessoas. Saber se comunicar é imprescindível. É preciso deixar a timidez de lado e trabalhar na sua comunicabilidade. Contudo, para uma comunicação existir, é preciso de mais de uma pessoa, então procure escutar e entender o que o cliente diz e o que ele está procurando. Atente-se para os gostos e interesses que ele expressa acerca do tipo de imóvel que ele quer. Deixe ele falar e aí então exponha as opções e guie o cliente nesse processo.

4 – Não fazer um bom marketing

Investir em marketing para vender seu serviço é fundamental. Vivemos hoje em mundo que é bombardeado por informações, produtos, serviços, marcas e empresas. Para ser um profissional que causa boa impressão é preciso investir na forma como as pessoas te veem e em sua comunicação com elas. Uma boa estratégia de marketing faz a diferença na hora de ser escolhido entre tantos outros corretores. A forma como os clientes percebem o corretor deve ser planejada, pensada e investida. No momento atual, o que está sendo muito utilizado são as Redes Sociais. É um meio fácil de atingir as pessoas e o retorno é direto. Interagir com os clientes por essas mídias é um bom artifício.

5 – Ser egocêntrico e esquecer das necessidades do cliente

Existem corretores que falam mais de si e exibem suas conquistas do que focam no primordial, que é o anseio do cliente. Um corretor assim é extremamente cansativo, desconfortável e sem dúvidas afasta e impede as vendas. Nesse momento o personagem principal é o cliente e a concretização da venda de seu imóvel. Não se esqueça disso. O corretor deve orquestrar tudo para que o cliente se sinta contemplado.

6 – Reduzir a compra do cliente a um mero produto

Quando um cliente procura um corretor para comprar um imóvel, ele chega com sonhos, idealizações e vontades. Ele está em busca de seu novo lar, um lugar onde ele vai viver, dormir, comer, se relacionar, criar momentos e lembranças. Você está lidando diretamente com uma grande parte de sua vida. Seja gentil e não diminua a venda a apenas mais um produto a ser negociado.

7 – Não pedir por indicação

Um erro comum é não perguntar aos clientes se eles conhecem outras pessoas que estejam precisando de um corretor. Você pode se surpreender pela quantidade de prospecção que é possível ser feita dessa forma.

Com essas dicas, com certeza você está encaminhado para ser um ótimo Corretor de Imóveis. Não deixe de aperfeiçoar seu serviço.

Gostou?

Acompanhe o Blog da Lopes para mais textos como esse.

Lançamentos, Urbanismo, Cidades, Arquitetura, Design, Interiores e Mercado Imobiliário