Minhocão de São Paulo…meio “homem, meio lobisomem”…

Por Arq. Flavio Westmann para SerImovel

Objeto de longas discussões entre urbanistas, arquitetos, moradores …e considerado uma “cicatriz urbana” ….o elevado Costa e Silva, mais conhecido como “Minhocão” foi concebido na década de 1960, durante a gestão do prefeito Faria Lima, desengavetado pelo prefeito Paulo Maluf, sendo  finalizado em 1971.

Passando a cinco metros dos prédios de apartamentos, o elevado tem 3,4 quilômetros de extensão e liga a região central à zona oeste da cidade. A obra recebeu diversas críticas, chegou a ser chamado de “cenário com arquitetura cruel” e “uma aberração arquitetônica”.

Foi responsável pela enorme desvalorização e deterioração dos imóveis próximos. Com inúmeros prédios em estado de abandono chegou a ser  cenário de muitas  novelas e filmes que necessitavam de um fundo dramático.

foto-1-serimovel-blog-minhocaofoto2-serimovel-blog-minhocao

Entretanto, com o passar dos anos, através do incentivo de diversas associações locais junto a prefeitura, o mesmo vem incorporando uma nova “vocação” como área de encontro, espaço de lazer e cultura…….. Com restrição de veículos no horário noturno e total nos domingos (recentemente parcial nos sábados, também) o mesmo tem sido palco de feiras gastronômicas, caminhadas, encontros , passeios de bike e de skate, entre inúmeras outras atividades culturais que ocorrem acima, ao seu redor, ou sob o mesmo utilizando seus pilares como telas de artes, entre outras….

foto-3-serimovel-blog-minhocao

foto-4-serimovel-blog-minhocaofoto-5-serimovel-blog-minhocaoMuito tem se discutido sobre o futuro e o destino final que será dado ao mesmo…..

Com a aprovação do Novo Plano Diretor Estratégico (lei nº 16.050/14), o artigo 375 prevê a criação de uma lei específica para a desativação progressiva do elevado para automóveis nos próximos 16 anos.

Visto que o mesmo tem se tornado um “parque espontâneo”, a Prefeitura de São Paulo, analisa o Projeto de Lei (PL) 10/2014 que prevê a desativação gradativa do Elevado e estuda a criação do  Parque Municipal do Minhocão, com inspiração em projetos como o High Line Park, em Nova York (EUA), e o Promenade Planté, em Paris, (França).

foto-6-serimovel-blog-minhocao

foto-7-serimovel-blog-minhocaofoto-8-serimovel-blog-minhocaoRecentemente, também, em uma iniciativa de arquitetos, administradores, advogados, engenheiros e empresários surgiu o Movimento 90°, uma iniciativa para a instalação de Jardins Verticais em grandes fachadas sem janelas ao longo do minhocão. A região do Minhocão possui mais de 100 empenas cegas que poderiam abrigar 58.000 m2 de área verde. Com esse numero em mente, o Movimento vem trabalhando desde 2013 para implementar o Corredor Verde do Minhocão.

foto-9-serimovel-blog-minhocao

Enfim, resta aguardarmos como tudo isso irá se desenrolar…..a verdade é que o “Parque do Minhocão” já começa a  ocupar seu espaço social , cultural e físico na região, ainda, que sem uma arquitetura própria, em uma luta para devolver ao morador local e a cidade um pouco da dignidade em meio ao caos em uma das regiões onde o homem e sua escala foram realmente atropelados

Por hora, ainda, Meio “Homem” meio “Lobisomem”….mas com certeza, já é parte de uma tendência internacional de humanização das grandes metrópoles

Arq. Flavio Erwin Westmann para “serimovel”

*texto publicado originalmente em abril de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing